REPÚDIO AS DECLARAÇÕES DO ADVOGADO ADAILTON RAULINO

REPÚDIO AS DECLARAÇÕES DO ADVOGADO ADAILTON RAULINO
agosto 22 17:11 2018

Antes de repudiar as infelizes declarações do advogado, gostaríamos de fazer menção a brilhante defesa que o grande promotor de justiça, Doutor Onéssimo Cezar Gomes  da Silva Cruz, fez dos agentes penitenciários. Ficamos gratos por termos o nosso trabalho reconhecido por um grande jurista, tendo solicitado o direito a treplica só para explanar a importância dos agentes penitenciários, esse sim, sem máculas em sua ficha funcional.

A Associação dos Agentes Penitenciários do Estado da Paraíba-AGEPEN-PB, repudia as declarações dadas pelo referido advogado ontem, dia 21 de agosto de 2018, no tribunal do júri realizado na cidade de Santa Rita, considerando-as ofensivas e desrespeitosas para com todos os agentes penitenciários do Brasil.

O referido advogado fez declarações que afetaram a honra dos profissionais paraibanos, diga-se de passagem, o sistema penitenciário da Paraíba é reconhecido por todos como altamente disciplinado, moralizado e organizado. Tudo isso, graças ao seu ótimo material humano.

Vejamos, o Bacharel fez uso de algumas expressões como: “eu não gosto e não respeito o serviço desempenhado aqui na Paraíba. Citando como exemplo o PB1”, “os agentes querem prejudicar o preso no processo, causando assim uma situação de prejuízo e que eu(o advogado) na posição deles faria a mesma coisa pois tinham o coração duro , porém na condição de advogado não iria se deixar iludir”, “os agentes não tem preparo para esse serviço, pois fizeram apenas uma capacitação de duas semanas ao entrarem no serviço público”, assim como, deixou a entender em sua defesa que quem bateu nos presos ora julgados , foram os agentes da unidade, como também, nos presos da cela onde o preso se encontrava amarrado. Pois, isso era comum uma vez que esse tipo de profissional principalmente os advindos de Pernambuco saem de suas casas muitas vezes com problemas com a mulher e descontam nos presos.

Esta Entidade de Classe poderia optar por aprofundar-se em um tema como a matéria veiculada no portal Jornal da Cidade do dia 18 de junho de 2018 (acesse aqui), que tem por título – A trajetória do “Capo”, o escândalo do hospital do câncer e a pretensão de reviver o esquema criminoso – onde no seu terceiro parágrafo está escrito “Um delegado de polícia, de nome Adailton Raulino Vicente da Silva, que foi titular da DEFURV, montou um forte esquema de corrupção dentro da delegacia, onde, para se manter no cargo, oferecia ao político que lhe dava cobertura, carros roubados, mediante “cautela”, ao invés de devolvê-los  aos seus legítimos donos, que sequer ficavam sabendo que o bem havia sido recuperado”.

No entanto, seguiremos o caminho do bom relacionamento que a nossa categoria tem com a OAB da Paraíba, respeitadíssima instituição que tanto bem faz a democracia do nosso Brasil, inclusive, com parcerias benéficas em alguns presídios do Estado, analisaremos a situação  junto ao nosso jurídico. Temos a certeza de que a atitude do ex delegado não reflete o pensamento dos honrados advogados do nosso Estado.

Apenas a título de informação para o advogado, que pouco sabe da realidade de nosso sistema prisional, a Paraíba tem servido de referência a nível Brasil, configurando-se como um dos sistemas mais controlados e disciplidos da Federação. Onde apesar das grandes dificuldades, o corpo de pessoal consegue tal façanha , justamente se qualificando e tendo responsabilidade com a sociedade Paraibana. Por assim , trazemos pontos positivos para o Estado, e pedimos respeito com esses profissionais, principalmente aos que se encontram no presídio PB1, esses profissionais desempenham suas funções com excelência junto aos privados de liberdade de maior periculosidade do Estado. Não merece serem enxovalhados de palavras maliciosas e desrespeitosas por parte de um operador do direito.

A AGEPEN-PB irá verificar com o seu corpo jurídico as medidas a tomadas.

 

AGEPEN-PB

Escreva um comentário

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Seja o(a) primeiro(a) acomentar!.

Comente

Seus dados estarão seguros! Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa.
Todos os campos são necessários.