NOTA DE REPÚDIO À JORNALISTA RAQUEL SHEHERAZADE - Associação dos Agentes Penitenciários da Paraíba

NOTA DE REPÚDIO À JORNALISTA RAQUEL SHEHERAZADE

Publicado em: agosto 1, 2019

Categoria: Notícias


 

A AGEPEN-PB repudia veementemente a postura irresponsável, covarde e desrespeitosa da jornalista Raquel Sheherazade.

Na última segunda-feira (29), em seu canal na internet, ao comentar sobre a barbárie cometida no Presídio de Altamira no Pará, a apresentadora de forma descabida atacou ferozmente, não só os Agentes Prisionais daquela unidade, como de todos os presídios e cadeias do país.

O fato ocorreu após uma rebelião, iniciada por duas facções rivais, onde mais de 60 presos foram mortos. Corpos foram decapitados e queimados.

Não vamos tolerar em hipótese alguma, que uma categoria tão importante no contexto da Segurança Pública do Brasil, seja vítima de tamanha crueldade.

Onde a senhora estava com a cabeça ao responsabilizar os Agentes Prisionais por todos os incidentes ocorridos nas Penitenciárias e Cadeias do país?

Como que embasamento pode afirmar tão categoricamente que armas e drogas circulam livremente nas cadeias com a conivência dos Agentes Prisionais? 

A jornalista mostrou completo desconhecimento da realidade do Sistema Prisional no Brasil e por maldade ou impotência, praticou o que se combate tanto no mau jornalismo: a ausência de imparcialidade e a publicação de notícias sem checar os fatos.

A apresentadora do SBT, Raquel Sheherazade vai pagar (judicialmente) por cada palavra que usou para difamar os honrados homens e mulheres que “tocam à duras penas” o Sistema Prisional no Brasil.

Vamos buscar todos os meios legais e não mediremos esforços, para que a Jornalista seja responsabilizada pelas declarações infundadas e levianas

O que se viu, nos quase dois minutos do vídeo, foi um ataque duro, inconsequente e inaceitável. O que causou revolta generalizada na categoria, nos quatro cantos do país.

A AGEPEN PB coloca a disposição de todos os Agentes Penitenciários da Paraíba, seu corpo Jurídico, para que possam ser impetradas ações de indenização por calunia e difamação.

          

Assessoria de comunicação

AGEPEN-PB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *